web 2.0

TV Web

Carregando...

A Transfiguração


Muitos ficam preocupados com isso. Alguns chegam ao ponto de afirmar que Moisés ressuscitou e outros chegam a afirmar que era o espírito de Moisés na Transfiguração. Moisés morreu não há como negar, e o mais interessante disto tudo é que o próprio Moisés que diz ter recebido de Deus a ordenação de não evocar os mortos aparece depois de morto. É pura ironia do destino?

O corpo de Moisés foi sepultado :

Deuteronômio 34:5 Assim, morreu ali Moisés, servo do SENHOR, na terra de Moabe, segundo a palavra do SENHOR. Este o sepultou num vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor; e ninguém sabe, até hoje, o lugar da sua sepultura


Jesus não invocou, como concordamos, os mortos mas através da aparição de Moisés e Elias Ele mostrava que é superior à lei (Moisés) e os profetas (Elias) e superior aos vivos (Elias) e mortos (Moisés).

Miguel disputou o corpo porque Satanás queria conservá-lo entre os Israelitas para prender o povo na idolatria como aconteceu com outras coisas como a serpente de bronze.

A experiência da transfiguração foi:
1 - um alento para Jesus ante a sua iminente morte de cruz (Mt 16.21)
2 - um comunicado aos discípulos de que Jesus teria de sofrer na cruz (v.31)
3 - uma confirmação, por Deus, que Jesus era verdadeiramente seu Filho, todo suficiente para redimir a raça humana (v.35).

A transfiguração na verdade foi uma visão com intenção de trazer uma mensagem da parte de Deus. Note que os discípulos ficaram surpresos ao ver Moisés e Elias na presença deles. Pedro disse:

"Mestre, é bom estarmos aqui. Façamos três tendas: uma para Ti, uma para Moisés e uma para Elias" Lc 9.33.

No momento em que Pedro começou a falar, a visão foi removida dele. Só Jesus permaneceu. Deus, o Pai, então disse: "Este é o Meu Filho, o Escolhido; ouçam-nO!"

Alguns críticos se têm empenhado em classificar a transfiguração como simples sonho. No entanto, como é óbvio, Pedro, Tiago e João não teriam tido exatamente o mesmo sonho. O próprio Jesus chamou o ocorrido de “visão” (Mt 17:9), não de mera ilusão. Cristo estava realmente ali, embora Moisés, que estava morto, não estivesse literalmente presente. Moises e Elias estavam representados na visão. A palavra grega usada para “visão”, em Mateus 17:9, é hó·ra·ma, também traduzida ‘o que se vê’. (At 7:31) Ela não denota irrealidade, como se o ocorrido fosse fruto da imaginação dos observadores. Estes tampouco eram insensíveis ao que ocorria, pois estavam completamente despertos quando foram testemunhas da transfiguração. Eles realmente viram e ouviram com seus olhos e ouvidos literais o que aconteceu naquele momento. — Lc 9:32.

Pr Waldex
De nosso livro: Reflexões teológicas da atualidade  
Todos os direitos reservados - Lei nº 9.610 de 19/02/1998 - Reproduções dos textos somente com devida autorização do autor.


1 comentários:

Cida Pires disse...

Shalom Adonai para o povo de Deus.
Estamos vivendo momentos do fim, e esse tipo de quationamento serão sempre lançados para gerar confusão e incrédulidade, assim dificultar a salvação dos perdidos. Pq não ficarmos com o que a Bíblia diz sem questionar, qual o homem que trouxe ou deu alguma revelação de tudo que Deus fez e fará na terra e no céu? Deixemos apenas o nosso espirito aberto as verdades e aceitemo-as.