web 2.0

Onde está Elias? A Grande Tribulação



Deixamos bem claro nos dois posts anteriores com titulo: “Onde está Elis?”, qual é a diferença entre o tempo limitado que vivemos aqui na terra e o tempo de Deus, ou seja, a eternidade.

Recapitulando, em Eclesiastes 3:11 basicamente Salomão afirma que tudo que aconteceu no passado, está acontecendo no presente e acontecerá no futuro, Deus colocou a nossa disposição em nossa mente, contudo, encobriu-nos esse entendimento justamente para não nos gloriarmos disso.

Vejamos:
“Tudo fez Deus formoso em seu tempo; também pôs na mente do homem a idéia da eternidade, se bem que este não possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até o fim.”


Muito bem, o livro de Jó no capitulo 33 versos 14 a 18 deixa claro que Deus revela aos homens acontecimentos futuros para seu próprio bem.

Pois Deus fala de um modo, e ainda de outro se o homem não lhe atende. Em sonho ou em visão de noite, quando cai sono profundo sobre os homens, quando adormecem na cama; então abre os ouvidos dos homens, e os atemoriza com avisos, para apartar o homem do seu desígnio, e esconder do homem a soberba; para reter a sua alma da cova, e a sua vida de passar pela espada.

É justamente neste período, “quando cai sono profundo sobre os homens” que entramos na eternidade de Deus onde o tempo e o espaço que conhecemos não têm influencia nenhuma. Deus nos leva a conhecer o futuro e nos “atemoriza com avisos”, revelando-nos, assim como a João e muitos outros coisas que hão de acontecer.

Nestas ocasiões, durante o sono profundo, arrebatamento de sentidos ou até mesmo quando temos visões, é que entramos em uma dimensão futura do tempo, e vivemos situações que ainda haveremos de passar.

Como relatamos no post anterior, o próprio apostolo Paulo teve esta experiência que, de tão real que a mesma foi, com toda a sinceridade ele diz que não sabia nem dizer se foi levado em espírito ou em carne para vive-la.

II Co 12:2-4 – “Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo não sei, se fora do corpo não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até o terceiro céu. Sim, conheço o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei: Deus o sabe), que foi arrebatado ao paraíso, e ouviu palavras inefáveis, as quais não é lícito ao homem referir”.

O salmista deixa claro que Deus não está limitado à linha tempo que estamos presos em nossa vida terrena quando expressa:

Sl 90:4 “Porque mil anos aos teus olhos são como o dia de ontem que passou, e como uma vigília da noite.”

Levando-se em conta que o “Dia do Senhor” predito por Jesus e profetizado por Malaquias, episódio que, segundo ele (Malaquias), Elias há de ser enviado a terra novamente, sendo provavelmente, uma das duas testemunhas referidas em Ap 11:3-12, e que, a sucessão de momentos, presente, passado e futuro que consideramos em nossa mente limitada, não existem na eternidade, ou seja, na eternidade tudo já aconteceu e está acontecendo, e que, ainda, sem duvida alguma Elias não está nos céus porque senão haveria uma contradição nas palavras de Jesus em João 3:13, o que é improvável, podemos concluir que Elias foi transladado somente a um lugar: a época que antecede o “Grande e terrível dia do Senhor”,  ou seja, a época da Grande Tribulação. (Mt 24:15; Dn 9:26-27).

Isso mesmo, sem dúvida alguma Elias tornou-se um viajante do tempo para que se cumpra a profecia tão aguardada pelos judeus: “Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor”. (Malaquias 4:5) 

Não sabemos ao certo quem é a outra testemunha que haverá de voltar na grande tribulação, mas segundo o que vimos até aqui, provavelmente uma delas é Elias que foi tirado de sua época para profetizar a seu povo durante a Grande Tribulação. Tudo leva a crer que a outra testemunha possa ser Enoque, mas não há como se confirmar isso.

Por tudo que vimos até aqui podemos crer que há grandes possibilidades de que o ser humano possa passar por experiências como essas sendo transladado a outro lugar ou até mesmo a épocas futuras.

Lembrando o que disse Salomão:
“O que é já foi; e o que há de ser, também já foi...” Ec. 3:15

É justamente neste ponto que iniciaremos uma serie de estudos sobre o assunto.

Veja mais:

Onde está Elias?

Onde está Elias? A volta...


Fale conosco no Twitter: @prwaldex
Pagina: https://twitter.com/prwaldex


Pr. Waldex Silva
De nosso livro: Reflexões teológicas da atualidade  
Todos os direitos reservados - Lei nº 9.610 de 19/02/1998
Reproduções dos textos 
somente com devida autorização do autor.

1 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Olá meus queridos irmãos. Paz e graça de Jesus.
Parabéns pelo blog muito edificante. Eu acredito que; crescemos quando lemos, quando compartilhamos.
Aprendendo uns com os outros, crescemos na graça e conhecimento da Palavra.
Aproveito a oportunidade para compartilhar também meu blog. Contém: ensinos de crescimento, edificação e exortação, muitos poemas e algumas músicas tudo dentro do carisma evangélico.
Ficarei feliz por vossa visita no blog Peregrino E Servo, e se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais esteja à vontade.
Que Deus continue a abençoar-vos ricamente.
Antonio Batalha.