web 2.0

TV Web

Carregando...

Unidade, característica da globalização.


Ap. 17.13 – “Estes têm um mesmo intento e entregarão o poder e autoridade à besta.”

Uma das principais características da globalização é a unidade em todos os aspectos.

De certa forma, vemos o emprego da globalização desde o inicio de todas as coisas, recebendo, apenas nos dias atuais o termo de identificação, “Globalização”.

A criação, essencialmente foi realizada de forma global, ou seja, Deus sempre desejou que o homem vivesse em unidade, debaixo de Seu Governo e de Sua Providencia. Pela desobediência do homem o pecado entrou no mundo trazendo consigo conseqüências drásticas para a raça humana.



Apesar da queda, os instintos naturais do homem, procedentes da própria criação, clamam por globalização, ou seja, pela unidade, mas infelizmente, mergulhado no pecado o homem distorce as diretrizes divinas. Assim, pela primeira vez na historia da humanidade, vemos a primeira tentativa do homem em se manter uma globalização fora dos padrões divinos, quando Caim mata seu irmão Abel e passa a formar uma comunidade completamente afastada de Deus (Gn 4.8-14).

Nessa comunidade completamente afastada de Deus, nestes termos totalmente fora do padrão divino de unidade global, havia apenas um objetivo, criar um sistema para substituir a Deus, ou seja, distorcer as diretrizes divinas. Assim, vemos que, segundo as Escrituras, Ada descendente de Caim deu à luz Jabal, que foi o pai de quantos habitavam em tendas e conduziam rebanhos. Neste ponto, o propósito de Deus era que o homem habitasse na terra e cuidasse dela para tirar seu próprio sustento. Era a providencia divina. No entanto, a geração de Caim buscou substituir essa providencia habitando em tendas e criando rebanhos. Vemos também que o nome do irmão de Jabal era Jubal, e ele foi pai daqueles que tocam cítara e flauta. Vivendo completamente afastados de Deus, a geração de Caim já não tinha mais a alegria do Espírito Santo e a graça de Deus em suas vidas, assim buscavam alegrar seus corações através da musica. Cila, outra descendente de Caim deu à luz Tubalcaim, que se tornou pai daqueles que fabricavam todos os instrumentos de cobre e ferro, armas para sua própria defesa, visto que já não tinham mais a proteção divina. A esse sistema criado para se substituir a Deus as Escrituras dão nome de “Mundo”, sistema esse que emprega diretrizes completamente distorcidas das diretrizes divinas para a unidade ou globalização.

O principal propósito de cada império e cada conquistador movido pelo orgulho e desejo de poder, em toda historia de conquistas das nações, foi sempre procurar estabelecer impérios abrangentes, buscando a unidade pela força, reorientando as nações conquistadas, á suas características, sociais, culturais e religiosas. Foi o que ocorreu na Torre de Babel, foi o que ocorreu com o império Egípcio, Babilônico, Persa, Grego e Romano como vemos no livro de Daniel. Da mesma forma que se buscava um mundo globalizado no passado, hoje e sempre, buscar-se-á a globalização, considerando-se principalmente os aspectos econômicos, sociais, culturais e políticos. Essa “globalização” ou “unidade” é algo que estará ocorrendo no governo de anticristo. (Ap. 17:12-13; Dn. 8:23-25).

A globalização apresenta-se de forma irresistível e muitos são os que se deixam levar por suas estratégias. A unidade proposta pela mesma em nada difere da unidade a ser proposta pelo anticristo. O principal propósito dessa unidade é destruir a unidade do Corpo de Cristo na terra. Justamente por isso, Tiago nos deixa um maravilhoso conselho:

Tg. 1:22 - E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos.


Pr. Waldex da Silva


Pr. Waldex Silva
De nosso livro: Reflexões teológicas da atualidade  
Todos os direitos reservados - Lei nº 9.610 de 19/02/1998
Reproduções dos textos 
somente com devida autorização do autor.

0 comentários: